logo-helbor-branco
  • 1_logo-helbor-footer.png
  • 2_demax.png
  • 3_neobpo-mg.png
  • 4_serveng.png
  • 5_samed-logo-top.png

Notícias

Mogi das Cruzes/Helbor é superado pelo Basquete Cearense na última bola

Em uma partida muito equilibrada neste sábado (24), em Fortaleza, o Mogi das Cruzes/Helbor foi superado pelo Basquete Cearense por 82 a 80 pelo NBB Caixa (Novo Basquete Brasil). O jogo foi decidido na última bola nos segundos finais de partida. A equipe mogiana perdia por 80 a 77 a 15 segundos do fim quando conseguiu o empate com uma bola de três do ala-pivô Fabricio Russo. No ataque seguinte, os cearenses fecharam o duelo com uma bola do armador Davi Rosseto.

O Mogi das Cruzes/Helbor conseguiu um bom destaque coletivo no jogo, com seis atletas passando dos dígitos na pontuação: Guilherme Filipin, cestinha da partida com 20 pontos, Tyrone Curnell, com um duplo-duplo (12 pontos e 10 rebotes), Larry Taylor (10 pontos e 9 rebotes), Fabricio Russo (13), Caio Torres (12 pontos e 7 rebotes) e Jimmy Dreher (11).

“Foi um jogo como a gente esperava, com muitas dificuldades, principalmente do clima. A quadra ofereceu menos condições, escorregava muito e a gente cometeu 13 erros importantes, oito em um quarto. Mas, independente disso, o time lutou, brigou bastante, teve um revezamento dentro do que a gente podia fazer, mas eles tiveram um melhor rendimento individual do que nós e isso faz a diferença em um jogo que qualquer um poderia ter ganho na última bola. A gente poderia ter fechado o jogo antes, mas não soubemos. Eles jogando em casa, com muita garra também e com superação conseguiram uma grande vitória. Para a gente servirá de aprendizado para continuar na estrada, sabendo que jogar em casa é difícil, imagina jogando fora. Cada jogo será mais difícil”, destaca o técnico Guerrinha.

Cestinha da partida junto com o armador cearense Davi Rosseto, o ala Guilherme Filipin ressalta que o time pecou em algumas decisões quando estava à frente no placar e por isso não conseguiu sair com a vitória nesta tarde. “Foi uma derrota dura, que vai fazer a diferença para nós. Tivemos oportunidades de matar o jogo. Abrimos vantagens de oito, dez pontos e escolhemos algumas bolas nos momentos errados. Tivemos muitos erros bobos e demos moral para eles no final do jogo. Um time como o deles, que tem o um contra um muito bom, jogando em casa ainda, fortalece muito a eles. Agora precisamos rever os erros e já focar no jogo contra o Vitória."

O técnico Guerrinha não pôde contar nesta partida com o ala e capitão Shamell Stallworth, que se recupera de uma pequena lesão no braço direito. Apesar da derrota, os mogianos ainda se mantém na terceira colocação da competição, atrás de Flamengo (2º) e Paulistano (1º). A próxima partida da equipe no NBB será nesta segunda (26), às 19h30, contra o Vitória, em Salvador.

Foto: Stephan Eilert

Mogi das Cruzes/Helbor encara o Basquete Cearense neste sábado em Fortaleza

O Mogi das Cruzes/Helbor terá dois jogos duros pelo NBB Caixa (Novo Basquete Brasil) nos próximos dias no nordeste. O primeiro será neste sábado (24) contra o Basquete Cearense, em Fortaleza. A partida está marcada para as 14h e terá transmissão ao vivo da Band. Depois, os mogianos vão a Salvador para encarar o Vitória, na segunda (26), às 19h30.

A equipe comandada pelo técnico Guerrinha chegou à capital cearense nesta sexta e fez o último treino para o duelo no início da noite no Ginásio Paulo Sarasate. “O Basquete Cearense tem jogadores decisivos. O Rashaun, o Betinho e o Paulinho têm um potencial grande de decisão. O Davi é um armador que tem muito o time na mão, na organização, e o time tem pivôs como o Leozão, que bateu recorde de pontuação e de rebotes recentemente. Eles têm um elenco muito rico em opções para o treinador”, adverte Guerrinha.

O ala Guilherme Filipin alerta para a importância da partida para manter o time no G4 da competição. Atualmente, o Mogi das Cruzes/Helbor ocupa a terceira colocação na tabela, com 16 vitórias e quatro derrotas, atrás de Flamengo (2º) e Paulistano (1º). Os cearenses estão em décimo, com 12 revés e nove triunfo.

“É um jogo muito importante para nós e precisamos dessa vitória. Estamos concentrados e focados para isso. Fizemos uma semana boa de treinamentos para chegar firme na partida. Treinamos muito a valorização da posse de bola, o trabalho coletivo, porque nós vamos jogar sem o Shamell. Então, nós vamos jogar diferente e, com certeza, tivemos uma semana muito produtiva para ter esse ganho”, ressalta o camisa 11.

Shamell Stallworth, que se recupera de uma pequena lesão no braço direito, viajou com o grupo, mas não entrará em quadra. 

Sequência 

Depois dos jogos no nordeste, a equipe retorna para Mogi das Cruzes e já embarca para a Argentina para a disputa da semifinal da Liga das Américas, de 2 a 4 de março. Voltando, o time vai a Franca enfrentar o time da casa no dia 8 pelo NBB. O reencontro com a torcida mogiana será no dia 10 de março, às 14h, contra o Flamengo. O ingresso para essa partida pode ser comprado com o valor promocional antecipado de R$ 10 no quiosque do clube no Mogi Shopping ou pelo site www.totalplayer.com.br/mogi (optar pela meia).

Mogi das Cruzes/Helbor embarca nesta sexta para jogos no nordeste pelo NBB

O Mogi das Cruzes/Helbor viaja na manhã desta sexta-feira (23) para Fortaleza, onde enfrenta o Basquete Cearense pelo NBB Caixa (Novo Basquete Brasil) no sábado, às 14h. A partida será transmitida ao vivo pela Band. Depois, na segunda-feira (26), o time mogiano encara o Vitória, às 19h30, em Salvador.

O grupo fez o último trabalho tático para estes duelos na manhã desta quinta-feira no Ginásio Hugo Ramos. “Nós fizemos um treino curto, mas muito proveitoso taticamente, com muita conversa e todos participando. Agora é a reta final. Tanto na Liga das Américas, como no NBB para chegar nos playoffs. Então, é importante essa comunicação, essa troca de informações”, pontua o técnico Guerrinha.

O ala Shamell Stallworth, que se recupera de uma pequena lesão no braço direito, sofrida no jogo contra o Caxias do Sul, também viaja com o time para o nordeste. O norte-americano está se recuperando bem e até já fez um treino leve com bola pela manhã. O ala-pivô Wesley Sena, que sentiu um entorse no pé direito no jogo contra o Joinville, e o pivô Caio Torres, que levou uma pancada na coxa na semana, também treinaram normalmente. Por conta das recuperações desses dois atletas, o técnico Guerrinha optou por levar o ala-pivô José Carlos no lugar do armador Patrick Carioca.

Liga das Américas

A equipe volta do nordeste na terça (27) pela manhã e já embarca na quarta-feira para a Argentina, onde disputará a semifinal da Liga das Américas, contra o Ferro (ARG), no dia 2 de março, San Lorenzo (ARG), no dia 3, e Fuerza Regia (MEX), dia 4.

Hugão

Retornando da Argentina, o time vai a Franca para enfrentar o time da casa no dia 8 de março, às 20h10, pelo NBB. A equipe só volta a jogar no Hugão no dia 10 de março, às 14h, contra o Flamengo. O ingresso para essa partida já pode ser comprado com o valor promocional antecipado de R$ 10 no quiosque do clube no Mogi Shopping ou pelo site www.totalplayer.com.br/mogi (optar pela meia).

Guerrinha aproveitará semana para últimos ajustes antes de sequência de jogos e viagens longas

Depois de dois jogos em casa contra Caxias e Joinville, o Mogi das Cruzes/Helbor agora terá uma sequência de jogos longe do Ginásio Hugo Ramos. Os dois próximos compromissos pelo NBB Caixa (Novo Basquete Brasil) serão no nordeste: contra Basquete Cearense, no sábado (24), às 14h, em Fortaleza, e Vitória, na segunda (26), às 19h30, em Salvador.

Após estes confrontos pelo Brasileiro, a equipe volta para Mogi das Cruzes e já viaja para a Argentina no dia 28 para a disputa da semifinal da Liga das Américas, contra o Ferro (ARG), no dia 2 de março, San Lorenzo (ARG), no dia 3, e Fuerza Regia (MEX), dia 4. No retorno, viaja a Franca para enfrentar o time da casa no dia 8 de março, às 20h10, pelo NBB. O reencontro com a torcida será no dia 10 de março, às 14h, contra o Flamengo. Dois dias depois, os mogianos encaram o Minas, às 20h, também no Hugão.

“Nós vamos ter 15, 20 dias de viagens e jogos. Então, vamos aproveitar essa semana, a única que a gente tem, para carregar a bateria taticamente falando e corrigir algumas coisas. Hoje todas as equipes, da Argentina, do México, nós também, temos material umas das outras. Então é hora de levar coisas novas, com situações novas para quebrar o trabalho que eles vão fazer para jogar contra a gente. É pouco tempo, mas é o que nós temos e temos de usar muito bem”, adverte o técnico Guerrinha.

O ala-pivô Fabricio Russo ressalta a importância de fazer bons jogos no nordeste pelo NBB para chegar bem na Liga das Américas. “Todos os jogos serão importantes. Uma derrota não pode deixar a gente para baixo, porque já tem outro jogo, e uma vitória não pode nos deixar no céu, porque já tem o próximo. Então, vamos ter de dar 100% em todos os jogos, fazer esses dois primeiros muito bem para poder viajar tranquilo e buscar a classificação lá na Argentina.”

SHAMELL

O ala Shamell Stallworth continua fazendo o trabalho de fisioterapia para se recuperar o quanto antes de uma lesão no braço direito, sofrida no jogo contra o Caxias do Sul, na sexta (16). “Ele tem evoluído bem, melhorou muito a dor, os movimentos do cotovelo já melhoraram bem, de flexão. Ele teve uma pequena lesão no músculo, é praticamente insignificante, mas o mais importante é que ele evoluiu bem. Já está conseguindo fazer os movimentos normais, sente dor, é natural, pelo trauma que foi forte, mas eu tenho esperança que ele volte antes do que a gente imaginava”, destaca o fisioterapeuta do clube, Atílio Suarti.

Com 10 pontos de vantagem, Mogi das Cruzes/Helbor bate Joinville no Hugão

O Mogi das Cruzes/Helbor venceu o Joinville por 77 a 67 na noite deste domingo (18) no Ginásio Hugo Ramos. O jogo começou equilibrado, mas aos poucos os mogianos foram conquistando vantagem no marcador. O Mogi das Cruzes/Helbor agora soma 80% de aproveitamento na competição nacional, tendo 16 vitórias em 20 jogos. O grupo segue na terceira posição da tabela, atrás de Flamengo e Paulistano, respectivamente.

O destaque mogiano na partida foi o americano Tyrone Curnell, com 17 pontos, cinco rebotes e quatro assistências. Na sequência aparecem Guilherme Filipin, com 13 pontos, Larry Taylor com 12, Wesley Sena com 11, Fabricio Russo com 10 e oito rebotes. O cestinha do jogo foi o Stocks, do Joinville. O ala Shamell Stallworth desfalcou o time depois de uma lesão no braço no último jogo e deve ficar de fora por 15 dias, conforme anunciado pelo departamento médico do clube.

“Não teve uma produção boa. O time jogou de acordo com a necessidade e poderia aproveitar mais. Apesar de eles terem feito apenas 67 pontos, eles tiveram arremessos livres por causa da dúvidas na defesa, que a gente já vem treinando e mostrando na edição, e no ataque achei o time pouco inspirado. A vitória foi muito boa, já que não tem vitória feia e nem derrota bonita, mas a gente acha que poderia render mais sim. Se em casa estamos administrando para ganhar, fora fica mais difícil”, analisa o técnico Guerrinha.

O ala Guilherme Filipin concorda com o treinador: “A gente sabe que pode mais e o jogo poderia ter sido mais tranquilo, mas no momento temos que pensar na vitória que foi importantíssima e nos coloca lá em cima de novo no campeonato. Agora temos uma semana para trabalhar a cabeça e corrigir os erros, afinal temos dois jogos muito duros fora de casa”.

No placares parciais, 20 a 18 no primeiro quarto, 21 a 18 no segundo, 20 a 16 no terceiro período e 16 a 15 no último.

Agora os próximos jogos serão contra Basquete Cearense (dia 24, às 14h) e Vitória (dia 26, às 19h30).

 

Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Shamell sofre pequena lesão no braço e deve ficar fora por até 15 dias

Exames feitos na manhã deste sábado apontaram que o ala Shamell Stallworth sofreu uma pequena lesão na musculatura do braço direito. O atleta, segundo o médico do Mogi das Cruzes/Helbor, Marcus Vinícius Porcelli, deve ficar fora de 10 a 15 dias. O camisa 24 já não estará em quadra neste domingo (18), às 19h, contra o Joinville, no Hugão.

“Ele tem uma lesão muito pequena na musculatura do braço e não precisará de cirurgia. Pelo tamanho da lesão, só fisioterapia e analgésico já resolvem o problema. Ele deve ficar afastado de 10 a 15 dias”, explica o médico.

Shamell se machucou em um lance com o ala Warren, do Caxias do Sul no quarto final da partida dessa sexta no Ginásio Hugo Ramos. Após a colisão, o norte-americano ficou caído em quadra e saiu amparado pela comissão técnica.

“Eu sempre fico assustado quando eu me machuco, porque você sempre espera que a lesão não seja tão grave. Como eu sou atleta, sei que essas coisas fazem parte do nosso trabalho. Agora vamos fazer uma preparação dentro do tempo que eu preciso ficar fora para voltar. Eu não gosto, porque eu amo o que eu faço, mas faz parte. É preciso confiar nos médicos, Marvi [Marcus Vinícius, médico do clube] e Atílio [Suarti, fisioterapeuta do clube], e vamos fazer tudo para eu voltar logo a jogar 100%. Eu acredito que será por pouco tempo e estarei 100% para jogar a semifinal da Liga das Américas”, adverte o camisa 24.

INGRESSOS

O ingresso para o jogo deste domingo pode ser comprado com valor promocional antecipado de R$ 10 neste sábado no quiosque do clube no Mogi Shopping e pelo site www.totalplayer.com.br/mogi (optar pela meia), até as 23h59. Amanhã o ingresso volta ao valor normal de R$ 20, com direito à meia para estudante, professor, idoso, deficiente e funcionários das empresas patrocinadoras e da Prefeitura de Mogi.

Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Caxias reage no último quarto, mas Mogi das Cruzes/Helbor vence no Hugão

O Mogi das Cruzes/Helbor venceu o Caxias do Sul por 76 a 75 na noite desta sexta-feira (16) no Ginásio Hugo Ramos, perante 2719 torcedores. A partida foi de total domínio mogiano até o terceiro quarto, no entanto, o time adversário reagiu e chegou a empatar em 73 a 73 a 10 segundos do fim. Jimmy Dreher foi o responsável pela bola de três que garantiu a vitória mogiana. No domingo (18), às 19h, a equipe volta às quadras do Hugão para enfrentar o Joinville. Com o resultado diante do Caxias hoje, os mogianos alcançam 15 vitórias em 19 jogos, um total de 78,9% de aproveitamento no NBB 10 (Novo Basquete Brasil).

Destaque esta noite para Larry Taylor, com 15 pontos, nove rebotes e sete assistências, para Tyrone Curnell e Wesley Sena, cada um com 12 pontos, Shamell Stallworth, com 11, e Jimmy com 10.

No último quarto, Shamell precisou deixar a quadra depois de um lance de jogo. O atleta sofreu uma pancada no cotovelo e passará por exames específicos neste sábado para averiguação. “O Shamell teve um trauma muito grande na hora do jogo, avaliamos e não tem sinal de fratura. Amanhã analisaremos a gravidade da lesão, mas a princípio não há nada muito sério. Provavelmente ele não jogue domingo, iremos preservá-lo para a Liga das Américas. Amanhã o exame vai dizer exatamente o que faremos, mas durante a semana ele passará por tratamento”, comenta o médico do clube, Marcus Vinícius Porcelli.

“O time não fez um último quarto bem, eles [Caxias] começaram a fazer contato e a gente não soube jogar com esse contato. A gente com 20 pontos à frente tem que saber lidar e jogar com esse tipo de situação. Tem dia que dá para fazer gol de bicicleta, tem dia que é gol de bicuda. O que vale é o resultado e o importante foi a vitória. Claro que tem que analisar as coisas boas que o time fez, principalmente o primeiro e o terceiro quartos”, analisa o técnico Guerrinha.

Nos placares parciais, 25 a 19 no primeiro quarto, 14 a 19 no segundo, 23 a 13 no terceiro quarto e 14 a 29 no último período.

Os próximos compromissos do Mogi das Cruzes/Helbor serão contra o Basquete Cearense (dia 24) e o Vitória (dia 26). No início de março, o grupo disputa a semifinal da Liga das Américas.

 

Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Leia mais notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45
  • 46
  • 47
  • 48
  • 49
  • 50
  • 51
  • 52
  • 53
  • 54
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • 60
  • 61
  • 62
  • 63
  • 64
  • 65
  • 66
  • 67
  • 68
  • 69
  • 70
  • 71
  • 72
  • 73
  • 74
  • 75
  • 76
  • 77
  • 78
  • 79
  • 80
  • 81
  • 82
  • 83
  • 84
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 97
  • 98
  • 99
  • 100
  • 101
  • 102
  • 103
  • 104
  • 105
  • 106
  • 107
  • 108
  • 109
  • 110
  • 111
  • 112
  • 113
  • 114
  • 115
  • 116
  • 117
  • 118
  • 119
  • 120
  • 121
  • 122
  • 123
  • 124
  • 125
  • 126
  • 127
  • 128
  • 129
  • 130
  • 131
  • 132
  • 133
  • 134
  • 135
  • 136
  • 137
  • 138
  • 139
  • 140
  • 141
  • 142
  • 143
  • 144
  • 145
  • 146
  • 147
  • 148
  • 149
  • 150
  • 151
  • 152
  • 153
  • 154
  • 155
  • 156
  • 157
  • 158
  • 159
  • 160
  • 161
  • 162
  • 163
  • 164
  • 165
  • 166
  • 167
  • 168
  • 169
  • 170
  • 171
  • 172
  • 173
  • 174
  • 175
  • 176
  • 177
  • 178
  • 179
  • 180
  • 181
  • 182
  • 183
  • 184
  • 185
  • 186
  • 187
  • 188
  • 189
  • 190
  • 191
  • 192
  • 193
  • 194
  • 195
  • 196
  • 197
  • 198
  • 199
  • 200
  • 201
  • 202
  • 203
  • 204
  • 205
  • 206
  • 207
  • 208
  • 209
  • icon SEMIFINAL
  • NBB 10 - Classificação
#EQUIPESAP(%)PONJOGVIT
#1 Paulistano-40x40 87.0 43 23 20
#2 FLAMENGO-ESCUDO-40x40 85.7 39 21 18
#3 mogi 2016

80.0

36 20 16
#4 logo franca 2017 150x150 76.2 37 21 16
#5 logo bauru 1 150x150 61.9 34 21 13
#6 Pinheiros-40x40 59.1 35 22 13
#7 VitoriaLogo-40x40 52.4 32 21 11
#8 Caxias do Sul 80x80 50.0 33 22 11
#9 Minas-40x40 45.5 32 22 10
#10 Basquete-Cearense-40x40 42.9 30 21 9
#11 logo vasco 40x40 40.9 31

22

9
#12 logo botafogo 150x150 23.8 26 21 5
#13 logo joinville 1 150x150 22.7 27 22 5
#14 logo cmo 40x40 13.6 25 22 3
#15 lsb logo 1 1 150x150 9.5 23 21 2
Continue lendo
  • a-gg.png
  • embu.png
  • imot.png
  • padrao-2017.png
  • trajeto.png
  • 76.png
  • arena.png
  • font-agua.png
  • loop.png
  • ngk-ntk.png
  • pmmc.png
  • toledo-ferrari.png