logo-helbor-branco

Notícias

Mogi das Cruzes/Helbor e Caxias fizeram um jogo muito equilibrado nesta noite no sul do país. O time da casa levou a melhor vencendo a partida por apenas um ponto, 66 a 65. Com o triunfo, os gaúchos quebraram a invencibilidade de da equipe mogiana no NBB Caixa (Novo Basquete Brasil). As equipes alternaram melhores momentos durante os quartos, com parciais de 18 a 18 (1º), 7 a 19 (2º), 16 a 15 (3º) e 25 a 13 (4º).

Os destaques do Mogi das Cruzes/Helbor na partida foram o ala Shamell Stallworth, cestinha com 21 pontos e quatro rebotes, o ala-pivô Wesley Sena, com 10 pontos e sete rebotes, e o armador Larry Taylor, com nove pontos, oito rebotes e cinco assistências. O argentino Cafferata foi o destaque do Caxias no jogo, com 16 pontos.

“Tivemos o controle dos três quartos. Fizemos um bom jogo dentro das nossas limitações de revezamento. O Tyrone virou o pé no começo do jogo, fomos nos sobrecarregando de faltas, mas conseguimos nos manter. Nos primeiros cinco minutos do último quarto levamos 21 pontos e fizemos quatro. No primeiro, nós levamos 31 pontos e eles fizeram 21 em cinco minutos. O último quarto foi muito desequilibrado. Também demos o que eles precisavam. Estavam muito motivados, inspirados e jogando com confiança. Desligamos no ataque e na defesa e o jogo foi para a decisão de última bola. Um time como o nosso, se quer ganhar o jogo, jamais pode levar 21 pontos assim. Mas faz parte, vamos tentar uma vitória em Joinville, porque a gente sabe que esse campeonato está muito difícil de ganhar em casa, imagina fora”, adverte o técnico Guerrinha.

Os mogianos chegaram a abrir 15 pontos de vantagem na partida, mas o time gaúcho conseguiu reverter no último quarto. “Tivemos uma constância até o último quarto e eles conseguiram dominar a partida e colocar intensidade. Eles entraram no jogo e se recuperaram, com um bom aproveitamento e nós não tivemos um bom aproveitamento no final. Foi aí que perdemos a partida”, explica o ala Jimmy Dreher.

O jogo contra o Joinville será no sábado, às 18h. Com a derrota, o Mogi das Cruzes/Helbor cai para a terceira posição, com cinco vitórias e uma derrota, atrás de Minas Tênis Clube (2º) e Pinheiros (1º).

Foto: Matheus Magnani

Mais notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45
  • 46
  • 47
  • 48
  • 49
  • 50
  • 51
  • 52
  • 53
  • 54
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • 60
  • 61
  • 62
  • 63
  • 64
  • 65
  • 66
  • 67
  • 68
  • 69
  • 70
  • 71
  • 72
  • 73
  • 74
  • 75
  • 76
  • 77
  • 78
  • 79
  • 80
  • 81
  • 82
  • 83
  • 84
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 97
  • 98
  • 99
  • 100
  • 101
  • 102
  • 103
  • 104
  • 105
  • 106
  • 107
  • 108
  • 109
  • 110
  • 111
  • 112
  • 113
  • 114
  • 115
  • 116
  • 117
  • 118
  • 119
  • 120
  • 121
  • 122
  • 123
  • 124
  • 125
  • 126
  • 127
  • 128
  • 129
  • 130
  • 131
  • 132
  • 133
  • 134
  • 135
  • 136
  • 137
  • 138
  • 139
  • 140
  • 141
  • 142
  • 143
  • 144
  • 145
  • 146
  • 147
  • 148
  • 149
  • 150
  • 151
  • 152
  • 153
  • 154
  • 155
  • 156
  • 157
  • 158
  • 159
  • 160
  • 161
  • 162
  • 163
  • 164
  • 165
  • 166
  • 167
  • 168
  • 169
  • 170
  • 171
  • 172
  • 173
  • 174
  • 175
  • 176
  • 177
  • 178
  • 179
  • 180
  • 181
  • 182
  • 183
  • 184
  • 185
  • 186
  • 187
  • 188
  • 189
  • 190
  • 191
  • 192
  • 193