logo-helbor-branco

Notícias

Não é só para melhorar o revezamento da equipe que o Mogi das Cruzes/Helbor tem trabalhado durante os treinos no Ginásio Hugo Ramos. A pedido da comissão técnica, os jogadores mais experientes do time vão dar dicas e macetes de quadra para os atletas mais jovens do grupo antes de começarem as atividades. A ideia é fazer com que os ‘meninos’ assimilem mais suas funções dentro de quadra para fazer a equipe crescer.     

“Nós somos uma equipe e queremos que todos cresçam. Para a gente chegar longe, precisamos que os mais jovens entendam algumas coisas que acontecem durante o jogo. Foram 30 minutos de conselhos, de algumas experiências que eu tive e que eu faço para ajudar que o jogo deles fique mais fácil para eles jogarem. Foi uma conversa um pouco diferente, séria, com um trabalho específico e espero que eu tenha conseguido ajudá-los”, ressalta o ala Shamell Stallworth, que nesta quarta (8) deu dicas de trabalho de pernas.

Nos próximos treinos, outros jogadores darão outras dicas aos mais novos. O técnico Guerrinha acredita que, mais do que passar a experiência, esse tipo de trabalho pode garantir uma cobrança maior entre os atletas. “É importante esse trabalho que a gente está fazendo com os jogadores mais experientes passarem para os mais jovens. O Shamell, o Larry, o Caio, o Tyrone e o Gui [Filipin] não estão aí de graça. Você só se mantém em um nível top quando se faz coisas diferentes. Eu acho muito legal eles passarem para os mais novos e, principalmente, para haver essa cobrança. Na atual geração não existe cobrança. A gente quer acentuar esse lado”, adverte o treinador.

O jovem armador Vithor Lersch foi poupado do treino desta quarta-feira por conta de dores na panturrilha esquerda. Já o pivô Caio Torres, que sentiu uma contratura lombar e ficou fora do jogo contra o Bauru, está treinando normalmente com o grupo.

INGRESSOS

O ingresso para o jogo deste sábado (9) contra o Osasco, às 19h,  está sendo vendido pelo site totalplayer.com.br/mogi. O bilhete custa R$ 20, com direito à meia entrada, mas quem levar um quilo de alimento não–perecível (exceto sal e açúcar) também paga metade do valor. Quem fizer a compra online (optando pela meia) precisa entregar o alimento no dia do jogo na entrada do Hugão.

O ingresso será vendido na loja oficial do time no ComVem Patteo Mogilar (rua Manuel de Oliveira, 269, no Mogilar) na sexta, das 10h às 20h. No sábado, o bilhete será vendido no Hugão a partir das 14h e a entrega do alimento para pagar meia continuará valendo. O que for arrecadado será destinado ao Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes.

Mais notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45
  • 46
  • 47
  • 48
  • 49
  • 50
  • 51
  • 52
  • 53
  • 54
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • 60
  • 61
  • 62
  • 63
  • 64
  • 65
  • 66
  • 67
  • 68
  • 69
  • 70
  • 71
  • 72
  • 73
  • 74
  • 75
  • 76
  • 77
  • 78
  • 79
  • 80
  • 81
  • 82
  • 83
  • 84
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 97
  • 98
  • 99
  • 100
  • 101
  • 102
  • 103
  • 104
  • 105
  • 106
  • 107
  • 108
  • 109
  • 110
  • 111
  • 112
  • 113
  • 114
  • 115
  • 116
  • 117
  • 118
  • 119
  • 120
  • 121
  • 122
  • 123
  • 124
  • 125
  • 126
  • 127
  • 128
  • 129
  • 130
  • 131
  • 132
  • 133
  • 134
  • 135
  • 136
  • 137
  • 138
  • 139
  • 140
  • 141
  • 142
  • 143
  • 144
  • 145
  • 146
  • 147
  • 148
  • 149
  • 150
  • 151
  • 152
  • 153
  • 154
  • 155
  • 156
  • 157
  • 158
  • 159
  • 160
  • 161
  • 162
  • 163
  • 164
  • 165
  • 166
  • 167
  • 168
  • 169