logo-helbor-branco

Histórias

O basquete em Mogi das Cruzes começa a ser forte nos anos 70 quando José Carlos Miller da Silveira, o Tuta, começa a treinar um time universitário na cidade. O esporte se destaca nas escolas que começam a ter bons times. Com o "professor Tuta", muitos jovens jogadores se destacavam, entre eles, o grande jogador da seleção brasileira e hoje secretário de esportes de Mogi das Cruzes, Nilo Guimarães.

Já renomado como um dos grandes responsáveis pelo sucesso do basquete nas escolas, o experiente professor é convidado, em 1993, a ser o secretário de esportes da cidade. Antes, entre o fim dos anos 50 e começo dos anos 60, Tuta já havia passando em um concurso e trabalhado na Secretaria de Esporte e Lazer do Estado de São Paulo.

Em 1995, ainda como secretário, Tuta traz para Mogi das Cruzes o primeiro time profissional de basquete. Com uma boa estrutura financeira, bons patrocínios, bom treinador e um forte time, a identificação da cidade com os jogos (ainda disputados no ginásio do Clube de Campo), já se fez presente. No primeiro ano o time não rende o esperado e só conquista os Jogos Regionais, torneio vencido inúmeras vezes pelo time da cidade no futuro. Mas em 1996, com a mesma base, veio o título mais importante da história. Mogi das Cruzes se sagra Campeão Paulista. Com o ginásio lotado e desfile pela cidade no carro dos bombeiros, Mogi das Cruzes começa a se tornar referência no basquete nacional.

A relação do professor Tuta com o basquete profissional de Mogi das Cruzes vai até o fim de 1997. Depois disso, o homem responsável por trazer o esporte, marca registrada da cidade, se torna mais um torcedor. Desde então, Tuta não tem mais relação profissional com o basquete, mas ainda é torcedor orgulhoso.

“Mogi das Cruzes precisa ter um time profissional. As escolas, há tempos fazem um trabalho de base, mas quando esses jogadores saem da escola não têm para onde ir, poucos conseguem seguir jogando. É preciso fazer um trabalho sério e conquistar patrocínios, só assim os times não vão acabar e a cidade poderá se manter entre os grandes. Minha maior conquista como professor e treinador de muitos jovens não foi ter feitos atletas profissionais, mas sim ter criados pessoas de caráter e de sucesso”, José Carlos Miller da Silveira, professor Tuta.

  • icon Resultados
  • Próximas partidas