logo-helbor-branco

Conquistas

O basquete de Mogi das Cruzes começou a brilhar em 1996, quando conquistou o Campeonato Paulista. A final ficou marcada porque o adversário batido foi a tradicional equipe de Franca. Esse foi o pontapé inicial para que a cidade se destacasse no esporte, ganhando reconhecimento nacional. Entre 1996 e 2004, contando com apoio de grandes patrocínios, a cidade figurou como uma das maiores potências do basquete no país.

No ano seguinte ao primeiro título paulista, a cidade já se destaca no Campeonato Brasileiro Basquete. Em 1997 o time mogiano chega às semi-finais do campeonato nacional, sua melhor colocação na história.

Depois de 1996, o basquete de Mogi das Cruzes esteve presente nas principais disputas de nível estadual e nacional. No Campeonato Paulista, a cidade chegou a mais duas decisões, além da que se sagrou campeã. Em 1998 o time foi vencido pela Universidade Mackenzie, da cidade de São Paulo. O último grande resultado acontece em 2003. Mais uma vez a equipe é derrotada na final pelo fortíssimo Ribeirão Preto, time que vinha de dois títulos paulistas consecutivos e era comandado pelo ex-técnico da seleção brasileira Lula Pereira.

No Campeonato Brasileiro, além de 1997, Mogi das Cruzes chegou a mais duas semifinais, em 1999 e 2004.

Depois de 2004, o representativo basquete mogiano não disputou mais as grandes competições do país. Saiu do cenário e por sete anos deixou saudades. Mas agora a Prefeitura de Mogi das Cruzes juntamente com o Grêmio Mogiano, comandada pelo ex-técnico Nilo Guimarães (atual secretário de esportes), fechou novos patrocínios e o esporte está de volta à cidade. Como já era esperado, a torcida novamente abraçou o basquete. No primeiro campeonato disputado pelo novo time, o Ginásio Municipal Hugo Ramos, marca registrada da cidade, voltou a ficar cheio de vibração e esperança.

  • icon Resultados
  • Próximas partidas